A SHOT FAIR BRASIL recebeu avaliações positivas de quem é especialista no mundo das armas e munições. Durante o evento, representantes do setor e personalidades que lutam pelo direito ao acesso aos armamentos no País apontaram a realização desta feira em Joinville como um marco para o setor e a consolidação de uma identidade para promover a cultura armamentista e o potencial econômico deste segmento.

O CEO Global da Taurus e presidente da Associação Nacional da Indústria de Armamentos e Munições (Aniam), Salésio Nuhs, ficou encantado com a SHOT FAIR BRASIL e projetou o futuro do evento com muito sucesso, alcançando o nível da Shot Show, que é realizado em Las Vegas (EUA). “Achei a feira fantástica. Desde que idealizaram o evento decidimos investir porque vai se tornar a maior feira civil do mercado de armas do Brasil. Tenho certeza disso”, comentou o empresário.

Uma das atrações da programação da feira, o instrutor de tiro e criador do conceito “Home Defense”, Marcelo Esperandio, disse que o Brasil vive agora um cenário “antes SHOT FAIR e pós SHOT FAIR”. Para ele, a partir da realização desta feira, haverá mudança dos eventos no Brasil. “Agora sim nós temos uma oportunidade para atender quem gosta de tiro, material e equipamento. O consumidor pode vir nos estandes, conhecer as marcas, interagir com os donos das empresas. Sem dúvida nenhuma nós temos uma mudança na trajetória do que é eventos no Brasil”, comemorou.

O idealizador do projeto Pró-Armas, Marco Pollon, luta desde 2005 na mobilização para que o Brasil seja um país mais aberto para o mercado de armas, oportunizando o acesso da população a esses produtos. Ele disse que a dedicação para a conquista de ter direito às armas é questão de liberdade para o cidadão e para o País.

“Essa feira é a ponta do iceberg, porque temos a expectativa de mercado de armas muito grande. O Brasil conta com uma população economicamente ativa de mais 60 milhões de pessoas, e mais de 60% é favorável ao direito às armas, num País com um milhão de armas. Então temos um potencial muito grande para crescer. Estamos lutando para ter linhas de crédito para facilitar a compra e viabilizar o mercado da arma como qualquer outro negócio e reduzir os tributos. O sonho é chegar o momento que esse espaço vai ser pequeno para a SHOT FAIR, porque ela vai crescer ainda mais”, comentou.

A SHOT FAIR BRASIL é um evento realizado pela Planeventos Organização de Eventos.