A SHOT FAIR BRASIL vai abordar uma temática que é bastante debatida para quem é apaixonado pelo mundo das armas: a necessidade de facilitar ainda mais o processo de aquisição e uso de armas, sem restrições.

O escritor e instrutor de armamento e tiro, Benê Barbosa, é uma liderança de destaque no Brasil na defesa de uma nação armada em com acesso ao mercado de armas.

Na palestra “O Fracasso do Desarmamento no Brasil”, na abertura da feira, às 19 horas de sexta-feira, dia 19 de agosto, Barbosa vai fazer um balanço histórico dos últimos 30 anos no Brasil, quando a nação deixou de ser uma sociedade que tinha uma boa cultura de arma de fogo e teve esse direito varrido pelo desarmamento total.

Ele vai mostrar toda a luta da sociedade para garantir a volta do direito de se armar, mas vai detalhar que há muitas barreiras ainda para serem vencidas, a fim de evitar que haja novamente a radicalização das restrições.

“Atualmente estamos num processo de recuperação desta liberdade, desse direito, ainda à duras custas, tudo ainda é muito frágil. O mercado cresceu muito nesses últimos anos, mas ainda há uma fragilidade muito grande. Vou mostrar para os visitantes e expositores que todos devemos fazer a nossa parte para vencer essa guerra”, diz.

Benê Barbosa defende os princípios da soberania da sociedade a partir da liberdade de escolha e de acesso às armas. Ele espera que o Brasil volte a fortalecer essa cultura e direto às armas de fogo, lutando contra as restrições. O palco da SHOT FAIR BRASIL vai ecoar esses posicionamentos para os visitantes do evento.

A programação de palestras, painéis e workshops está disponível no site https://shotfairbrasil.com.br/programacao/

A SHOT FAIR BRASIL acontece entre os dias 19 e 21 de agosto, na Expoville, e Joinville (SC). O evento tem o patrocínio master da ASCGuns, CBC, Springfield Armory e Taurus (cota Calibre .50BMG), Cervejaria ANBIER, Glock, Hangar 33 e Morigi Bullets (Calibre 5.56), Dr. Fedder, 3 Gun Nation Brasil e CATE Valenti (cota 9MM).  A realização é da Planeventos Eventos Corporativos.