A SHOT FAIR BRASIL iniciou nesta quinta-feira (19/08), na Expoville, em Joinville (SC), com uma celebração ao direito da liberdade e da autoproteção.

Na abertura oficial da primeira edição desta feira voltada quem é apaixonado por armas o empresário Mauro Braga, diretor-executivo da empresa organizadora Planeventos, ressaltou a dedicação da equipe de trabalho na montagem da feira e ressaltou a confiança em fazer um evento voltado para um setor em expansão, com mercado apaixonado e muito qualificado.

“A SHOT FAIR BRASIL nasce num momento em que o País avança. Desde de 2019 vivemos um ambiente favorável no mercado de armamento, com direcionamentos à flexibilização das leis para facilitar o acesso às armas. É hora de avançar ainda mais para garantir a liberdade e o direito natural da autoproteção da vida, da família e do patrimônio. A SHOT FAIR valoriza esse grande mercado que o mundo das armas e munições proporciona para um público qualificado. O Brasil não pode dar as costas para esse setor que emprega mais de 60 mil pessoas e fatura R$ 3,5 bilhões”, disse.

O príncipe Dom Bertrand Maria José de Orléans e Bragança, convidado especial do evento, foi resgatou a herança familiar oriunda de antepassados guerreiros e caçadores, que forjou seu gosto pelas armas. O príncipe é CAC (Caçador, Atirador e Colecionador). Ele ressaltou o direito da cidadania de ter as armas para defender a pátria, o patrimônio e a família. “O direito da legítima defesa antecede o Estado. Hoje em dia, há conspiração contra as armas por uma certa ideologia que quer dominar a nossa pátria. Em países que essa ideologia tomou poder, foi feito o confisco das armas. No Brasil, apesar do referendo e toda as mentiras, o povo brasileiro se manifestou em favor das armas. Não podemos renunciar esse direito e batalhar para ampliá-lo”, disse Dom Bertrand.

A vice-governadora do Estado de Santa Catarina, Daniela Reinehr, também ressaltou que essa feira representa o momento especial porque a arma representa um direito natural da defesa. “Estou orgulhosa de estar aqui hoje e ver que o setor de arma representa é muito gratificante”, disse.

A realização da SHOT FAIR BRASIL é um marco da retomada da realização de grandes eventos em Joinville, cidade que é a maior força econômica de Santa Catarina. A realização desta feira proporcionou oportunidade de emprego, geração de renda e reativou o setor de gastronomia, serviços turísticos e de hotelaria, depois de 17 meses de restrições devido à pandemia da Covid-19.

O evento segue todos os protocolos sanitários exigidos pelas autoridades de saúde do município e Estado. O prefeito de Joinville, Adriano Silva, disse durante o pronunciamento na cerimônia de abertura da feira, que o cidadão tem que ter a liberdade de defender a sua vida e patrimônio e isso é fundamental toda a democracia.

Mais de 50 expositores

A SHOT FAIR BRASIL vai até sábado, dia 21 de agosto. São mais de 50 expositores, distribuídos em mais de 20 mil metros quadrados destinados às marcas nacionais e internacionais na área de armamentos e munições, com muita tecnologia e inovação envolvidas. Os visitantes poderão conhecer de perto as novidades e fazer pedidos de compras com as empresas fabricantes e seus representantes exclusivos.

O espaço também vai contar com praça de alimentação, estrutura de atendimento à imprensa, itens de airsoft, arquearia, montanhismo, despachantes, dispositivos de segurança, escolas de tiro, tiro esportivo, kits de limpeza de armas, munições e insumos, simuladores de tiro, coldres e vestuário tático.

O evento tem o patrocínio master da ASCGuns, CBC, Springfield Armory e Taurus (cota Calibre .50BMG), Cervejaria ANBIER, Glock, Hangar 33 e Morigi Bullets (Calibre 5.56), Dr. Fedder, 3 Gun Nation Brasil e CATE Valenti (cota 9MM).  A realização é da Planeventos Eventos Corporativos.

Serviço da feira

Ingressos: vendas abertas via site da feira https://shotfairbrasil.com.br/

Animais: evento é “pet friendly”, aberto para animais de estimação.

Estacionamento: o valor cobrado por acesso é R$ 25,00. Há a opção de compra de passaporte para vários acessos durante os três dias, no valor de R$ 50,00.

Horário de visitação: Sexta-feira, 20 de agosto – das 15 à 22 horas. Sábado, dia 21 de agosto, das 10 às 19 horas.