Políticos catarinenses que são favoráveis às flexibilizações legais para facilitar o acesso à utilização de armas para defesa pessoal, da família e do patrimônio estarão ecoando esse posicionamento durante a realização da SHOT FAIR BRASIL.

A feira que inicia na quinta-feira (19/08), na Expoville em Joinville, conta com mais de 50 expositores de marcas nacionais e internacionais de armas e munições, além de artigos ligados à pratica de tiro. O evento termina no sábado (21/08), também vai contar com palestras, oficinas e workshops sobre a temática.

Na palestra das 19h30 de sexta-feira (20/08), os deputados federais catarinenses, Rogério Peninha (MDB) , Caroline de Toni (PSL) e Coronel Armando (PSL), além do deputado estadual gaúcho Ruy Irigaray, integram o bate-papo moderado pelo advogado Marcos Pollon, e os empresários José Augusto Schincariol, dono da Base Armalite, o diretor internacional de vendas da Springfield Armory, Luiz Horta, o Tatai e o secretário de Aquicultura e Pesca do Governo Federal, Jorge Seif Jr. Eles abordam a temática “O uso de armas no Brasil: contexto econômico e político”.

Dep. Federal Peninha
Dep. Federal Peninha

A conversa vai ter um tom crítico ao Estatuto do Desarmamento. O deputado Rogério Peninha é o autor do Projeto de Lei 3722/12 que visa revogar essa normativa que limita o acesso às armas. A meta é desburocratizar o processo de compra e de uso de arma. O político catarinense espera levar o projeto ao plenário quando tiver clima político favorável à aprovação.

“Essa proposta faz cumprir a vontade da população brasileira. No referendo de 2005, os brasileiros foram consultados e a grande maioria escolheu a não aprovação deste absurdo Estatuto, que apenas desarmou o cidadão de bem, pois o bandido não entregou sua arma.  Todos devem ter o direito à defesa de sua família, de sua propriedade e de seu estabelecimento comercial. Por melhor que os órgãos de segurança trabalhem, é impossível que sejam onipresentes. Já os bandidos, estes sim, podem estar em todos os lugares e quando menos se espera”, justifica o deputado.

Dep. Federal Coronel Armando
Dep. Federal Coronel Armando

O deputado Coronel Armando também segue essa mesma opinião e defende a posse de arma e o direito ao porte para quem é Caçador, Atirador e Colecionador (CAC). Na sua visão, Brasil precisa valorizar a autoproteção do cidadão. “O mercado de arma é forte, proporciona oportunidades. Avançamos nas regulamentações e vamos melhorar mais. Sou contra as ações que impedem a posse de armas, pois isso é um direto de proteção da via”, reforça.

Prevenção à Covid-19

A SHOT FAIR BRASIL conta com um Plano de Contingência e Protocolos de Prevenção à Covi-19 para dar segurança aos visitantes e expositores. Todos as documentações relacionadas a esses procedimentos sanitários foram aprovadas pelas autoridades competentes.

O evento tem o patrocínio master da ASCGuns, CBC, Springfield Armory e Taurus (cota Calibre .50BMG), Cervejaria ANBIER, Glock, Hangar 33 e Morigi Bullets (Calibre 5.56), Dr. Fedder, 3 Gun Nation Brasil e CATE Valenti (cota 9MM).  A realização é da Planeventos Eventos Corporativos.

Serviço da feira

Ingressos: vendas do segundo lote abertas via site da feira https://shotfairbrasil.com.br/

Crianças e adolescentes: crianças até 13 anos tem acesso livre, sem cobrança de ingresso. Todos os menores de 18 anos têm que estar acompanhados dos pais e responsáveis.

Animais: evento é “pet friendly”, aberto para animais de estimação.

Estacionamento: o valor cobrado por acesso é R$ 25,00. Há a opção de compra de passaporte para vários acessos durante os três dias, no valor de R$ 50,00.